© intercalado
"Perdi as contas do que eu perdi por você, só para ter você"
Desculpe se te deixei confuso ...
Ando amando, durmo amando. Canto, espero, supero. Depois de uma ventania a paz volta ao coração. Infelizmente as folhas aqui dentro jamais voltam ao lugar que estiveram antes de você aparecer. Procuro novos ventos, na ânsia de me recompor, de aquietar esse quintal de outono em meu peito.”
Caio Augusto Leite (via autografia)
Era isso que eu queria: reações. Agora sim ela parece a minha garota. Bufando, me mandando ir embora, chorando de amor e ódio, cheia de ciúme, vibrando, pulsando, me jogando coisas, as sobrancelhas circunflexas, aquela veiazinha saltando nas têmporas. Enfim, é assim que eu gosto de vê-la: sentindo. Hoje é ira e desprezo. Amanhã é paixão e carinho. Quem é capaz de explodir de raiva, também é capaz de explodir de amor.”
Gabito Nunes. (via autografia)
Mais ela é diferente pô, ela gosta de vestir minha camisa, só de calcinha, falando que é só minha.
O que é nosso nunca se vai, por mais que queira, sempre estará presente. Se for, na hora certa voltará, e se não voltar, é porque não era nosso. Melhor assim. Doer, dói, mas somente uma vez. E nada melhor que o tempo para mostrar nos o melhor caminho. E isso não é frieza, é maturidade. Nada dura para sempre, nem as dores, nem as alegrias. Tudo na vida é um aprendizado, tudo na vida se supera.”
Caio Fernando Abreu.  (via autografia)